INTERPI – Instituto de Terras

Moradores dos povoados Pimentas I e II e Árvores Verdes recebem títulos de terra em solenidade

Compartilhar:

A cerimônia de entrega dos títulos de terra simboliza o compromisso do governo do Estado do Piauí com a regularização fundiária e o desenvolvimento rural.

Em uma solenidade realizada na noite desta quarta-feira (3), os moradores dos povoados Pimentas I e II e Árvores Verdes foram contemplados com títulos de terra, um documento que garante segurança jurídica e abre portas para o acesso a políticas públicas. A cerimônia, que reuniu autoridades locais e estaduais, marca um importante passo para o desenvolvimento da zona rural de Teresina.

O evento contou com a presença do diretor-geral do Instituto de Terras do Piauí (Interpi), Rodrigo Cavalcante, que ressaltou a importância da entrega dos títulos para a comunidade. “Hoje é um dia histórico para os moradores destes povoados. A entrega dos títulos de terra representa não apenas a regularização fundiária, mas também a garantia de segurança jurídica e a oportunidade de inclusão em diversas políticas públicas que trarão desenvolvimento para a região”, afirmou Cavalcante.

Para os moradores, a entrega dos títulos representa a realização de um sonho. Maria do Desterro, de 78 anos, que mora há 16 anos no povoado Pimentas II, expressou sua emoção ao receber o título de terra. “Esperei por este momento por muitos anos. Saber que agora a terra é realmente minha me dá uma alegria e uma paz que não consigo descrever. É uma segurança para mim e para a minha família”, disse Maria.

Além do diretor-geral do Interpi, a solenidade foi prestigiada pelos deputados estaduais Fábio Novo e Dr. Vinicius, e pelo vereador Deolindo Moura, que representou a Câmara Municipal de Teresina. As autoridades destacaram a relevância da regularização fundiária como um instrumento essencial para o progresso social e econômico das comunidades rurais.

A cerimônia de entrega dos títulos de terra simboliza o compromisso do governo do Estado do Piauí com a regularização fundiária e o desenvolvimento rural. A expectativa é que, com a segurança jurídica garantida, os moradores dos povoados Pimentas I e II e Árvores Verdes possam buscar novas oportunidades e melhorar suas condições de vida.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Pular para o conteúdo